31 de ago de 2011

Diário de viagem: Foz do Iguaçu, Brasil

Como não sou de ferro e , como todo mundo, tenho direito ao merecido descanso do trabalho. Aproveitei então as férias de julho para além de trabalhar no PARFOR fazer uma viagem para algum destino internacional... o roteiro escolhido foi o sul do Brasil e depois me aventurar na Argentina e no Paraguai. mas para isso abandonei o curso de História na Ufpa, o qual faço nas férias!

Viajando....

Dia de viajar, malas prontas e expectativa a mil. Para começar, a primeira surpresa do dia, uma ligação da companhia aérea informando que o voo em que eu deveria embarcar havia sido antecipado em 2h, e caso eu não embarcasse neste novo horário perderia o voo de conexão no Rio e ficaria a deriva. pode isso? no Brasil sim!
Imediatamente fui para o aeroporto Internacional de Belém que ficava a apenas 10 minutos de onde eu estava. Chegando lá, tudo resolvido e meu novo trajeto Belém - SP - Curitiba - Cataratas. Saí as 15h de belém e cheguei a meia noite no aeroporto das cataratas.
Chegando em Foz do Iguaçu encarei um frio que jamais havia sentido -1º C, foi congelante!! na manhã seguinte uma surpresa, o frio fez gear com o congelamento do orvalho da manhã e com isso o sabonete liquido ficou semi-congelado, pastoso, e dificílimo de usar. Levantar cedo com um frio de 6º C não é  tarefa fácil, mas a ida ao parque nacional do iguaçu recompensou e lá pelas 9h a temperatura já estava em 12º C, mas a sensação térmica era bem mais baixa por conta do vento.
A chuva que caiu durante toda a manhã não ajudou muito, principalmente com as fotos. Entretanto não podemos negar que a vista do parque a partir do lado brasileiro ( de onde se vê o lado Argentino ) é ímpar!
Adicionar legenda




Um comentário:

  1. Tarcísio

    Estas viagens fazem tão bem para o teu espírito e te fazem tão feliz...que eu fico muito feliz de ti ver feliz !!!
    Gostei das fotos!!!
    Gostei da lembrança que trouxeste pra mim!!!
    Gostei do relatos das aventuras vividas pelos lugares que visitaste!!!

    Que bom amigo termos recursos para nos proporcionarmos certos mimos,aventuras, viagens presentes...tudo isto é uma forma de nos amarmos a nós mesmos... de termos qualidade de vida... de desfrutar desta existência às vezes tão complexa... de usufruir do fruto de nosso trabalho!!!
    Acho que estas viagens combinam com um bom Geográfo, que tu és!!!

    Desejo muitas felicidades!!!

    ResponderExcluir