8 de fev de 2010

O Professor e a tecnologia

por Tarcísio costa ( Prof. ciso)
Desde sempre o homem sentiu necessidade de construir novos equipamentos e desenvolver novas técnicas que o possibilitasse poder de forma mais prática, precisa e constante poder usar os recursos de que dispunha dados pela natureza. Esta prática veio alterando o ambiente e provocando profundas transformações no espaço natural e na forma das sociedades se relacionarem. Com novos instrumentos e novas relações se estabelecendo novas necessidades surgiram e por conseguinte novas ferramentas foram desenvolvidas para suprir essas novas necessidades. Deste modo podemos citar, hoje, na moderna sociedade a tecnologia da informação que veio para suprir mais uma necessidade criada e a partir dela criar novas, que em especial alterou mais uma vez a forma como as pessoas se relacionam. É comum, principalmente entre jovens se ouvir algumas palavras mágicas da modernidade tecnológica tais como Windows, blog, MSN, space, post, link, Orkut, twitter e outros, isso é fruto de uma expansão das ferramentas tecnológicas que chegaram a um público maior, seja em casa, na escola, no trabalho ou mesmo numa lan house na primeira esquina após a porta de casa. Essa grande expansão tem democratizado a informação e o acesso ao conhecimento, sem contudo ter uma segurança e controle de que informação esses jovens realmente estão tento acesso em sua vida cotidiana, o que certamente pode levar a tecnologia a ser entendida ou encarada por muitos logo de cara como uma grande vilã, e, talvez, este seja um ponto que afaste em grande parte o público mais acostumado ou que viveu a geração “datilografia” ( sem nenhum preconceito no uso da palavra, aqui usada apenas por analogia) ter medo de encarar esta realidade e sentir a aversão a sentar em frente a um computador, por exemplo. De certo, as tecnologias nos influenciam, e em mais acentuado grau influenciam os jovens, pois são mais atrativas, trazem jogos, vídeos, mensagens, novas amizades, contatos, amigos distantes, imagens, paisagens exuberantes o que em grande parte ou em quase a totalidade se comparamos a escola, principalmente a pública, é o motivo e uma das causas pelo desestimulo ao estudo propriamente dito, pois quem é professor sabe quantas e quantas vezes já perguntou em sala de aula: “ onde está o Joãozinho?”, alguém na classe responde: “gazetou aula para jogar vídeo game professor”. A escola tem desses problemas, o professor enfrenta esses problemas, os pais e etc, todos convivemos nessa realidade, que assim como o homem desenvolveu novas técnicas para poder sobreviver e essas técnicas modificaram as relações, nós, principalmente professores podemos encarar e saber usar de modo correto e que possa ser instrumento para nosso trabalho e a educação de jovens, e aliás, uma educação atrativa e prazerosa que motive nossos alunos a pensar e saber fazer o correto uso das tecnologias. Mas para isso é preciso antes de tudo que superemos nosso medo desta tão temida ferramenta que é nossa amiga. amiga que temos e não aproveitamos, a tecnologia.