6 de out de 2010

África, o continente da Diversidade.



o continente africano é conhecido pelas suas belezas naturais e mazelas sociais. Porém, o que encontramos de imenso neste continente é a diversidade física e sócio-econômica, pois existe neste espaço desde extensos vales férteis, até desertos gigantes como o Saara e o Sharel. O contraste da pobreza e riqueza também é visível por todo continente, principalmente pelas péssimas condições de vida em muitos países.
Em conseqüência a esta diversidade, não é tarefa fácil dividir a África por regiões devido a sua heterogenidade. Porém, foram definidas duas formas de classificação regional: as questões físicas (localização geográfica) e questões humanas (cultura/ocupação) que estudaremos neste 3º bimestre em Geografia na 7ª série. E atenção crianças, este ano o tema de nossa feira de ciências será...  África!!!! então vamos aproveitar ao máximo as aulas que em muito ajudarão no desenvolvimento de projetos. No próximo post colocarei mais orientações para a produção do nosso "Guia Turístico da África" como propus aos alunos da  701 e 702 da EEEFM RIO CAETÉ.

Mapa extraido de: http://www.google.com/images
Ao visualizar um mapa da África, pode-se ver que dividir o mesmo por regiões a partir da sua localização espacial nos sentidos Norte, Sul, Leste e Oeste é bem possível. Dessa forma, classificaremos o continente em 6 regiões distintas quanto a sua posição geográfica: África do Norte ou setentrional , África  Ociedental,  África Central, África Oriental, Sul da África ou África Meridional e as Ilhas do Índico.



Aspectos Sócio-econômicos
Agora, analisar a África destacando suas características culturais, promove uma divisão bem diferente da anterior. Por esse aspecto classificamos a África em duas regiões: África “branca” (cultura árabe) e África “negra” (culturas locais).
Isto é possível em virtude da influência que a região norte da África (árabe) sofreu da ocupação dos povos do Oriente Médio (Ásia) , tendo como resultado um espaço totalmente adverso da África “negra”, sendo esta última caracterizada pelas culturas regionais provindas de milenares tribos africanas. Também é possível destacar a própria cor da pele dos africanos nessas duas regiões: os descendentes de árabes possuem uma tez clara, em grande parte, enquanto que os africanos relacionados com as culturas tribais já têm uma cor mais negra.


Mapa extraido de: http://www.google.com/images

Nenhum comentário:

Postar um comentário